quinta-feira, 14 de julho de 2016

Avaliação, Estudo , Análise do Exame de Baropodometria e Confecção de Palmilha Postural Personalizada


QUEM SOMOS:
O INSTITUTO KRION é um Centro em Excelência Corporal, Postural e Estética. Uma Empresa voltada à  estudos e tratamentos terapêuticos, corretivos, preventivos. Nela inclui o nosso Centro de Estudo da Postura e Pé, tendo como o profissional responsável  Dr Luiz Fernando Sola, fisioterapeuta especialista em Podoposturologia, Posturologia e Baropodometria.

O QUE É PODOPOSTUROLOGIA ?
A podoposturologia é uma área da ciência da saúde onde o fisioterapeuta atua prevenindo ou tratando os transtorno do equilíbrio,  da postura e pé por intermédio de palmilhas proprioceptivas (palmilha postural). É uma metodologia com origem na escola francesa que busca integrar os conhecimentos entre a influência dos pés e a postura.

BAROPODOMETRIA :
O exame de  BAROPODOMETRIA é conhecido  também como TESTE DE PISADA. É  um teste que usa alta tecnologia. Uma plataforma que possui  milhares de micro sensores de pressão que avalia a distribuição do peso do seu corpo em cada pé e relata quais são os pontos de maior sobrecarga nas plantas do pés.


Esses dados são passados para o computador que gera uma imagem completa e colorida da sua pisada, o que permite diagnosticar com exatidão se algo está errado com seu tipo de pé, pisada e postura, fatores preponderantes caso haja algo em desarmonia para o aparecimento de patologias ortopédicas.

De forma estática e dinâmica este exame permite avaliar o seu tipo de pé e a distribuição de cargas corporais, angulações e rotações de joelhos, quadris  e coluna vertebral.  Muitas patologias como desgastes (artroses) , hérnias de disco, tendinites, 
fascites, esporão, desvio de coluna (escoliose)  podem ter sua origem no erro de pisada e o mal alinhamento corporal e postural que ela gera.
A partir destes diagnósticos e informações é possível realizar a montagem de Palmilhas , que podem ser POSTURAL (corrigindo alterações posturais, estruturais, melhorando dores e disfunções) ou ESPORTIVA (direcionada a atletas, visando maior conforto, redução de lesões e desempenho durante a atividade física)   
                  
OBJETIVO DO EXAME DE BAROPODOMETRIA
• Diagnostica o seu tipo de pisada e postura  de forma ESTÁTICA e DINÂMICA, direcionando a confecção de uma palmilha postural sob medida.
·         Identifica alterações na sua maneira de caminhar e correr
•  Auxilia na  prescrição  correta de exercícios corretivos e preventivos
• Identifica o calçado correto para o seu tipo de pisada, já que fornece dados totalmente individualizados e extremamente confiáveis, favorecendo um resultado mais positivo e eficaz.
• A baropodometria serve para quantificar e avaliar com maior precisão o tipo de pisada e as alterações que as doenças que envolvem os pés causam na marcha do paciente.
• Tipo de Pisada:  Avaliação da pisada neutra, pisada pronada (pé chato, pé plano) ou pisada supinada (pé cavo, pé alto).
• Calosidades:  Determina as áreas de maior pressão e correlaciona com possíveis calosidades plantares.
•  Dor plantar:  Avaliação de metatarsalgias (dor na porção plantar e frontal do pé).
• Áreas de risco (Diabetes):  Ótimo exame para mapear as áreas de maior pressão na planta do pé, prevenindo lesões pela perda da sensibilidade, que coloca em risco o aparecimento de úlceras de pressão e feridas em pacientes diabéticos.
• Alterações Anatômicas:  Avaliação de traumas, amputações e deformidades congênitas do pé que causam transtornos por alterações do apoio e da marcha..
• Avaliação de Tratamentos:  Permite comparar o processo evolutivo de um tratamento ortopédico, cirúrgico ou conservador, confrontando o estado inicial (primeiro exame) com um estado atual (último exame).



         
PALMILHA POSTURAL:
As Palmilhas Posturais são confeccionadas em nosso próprio serviço. O material usado é de EVA Microperfurado  que apresentam características de leveza, variação da densidade, pouca espessura, higiene e está fundamentada na fisiologia da postura, definidos pela avaliação postural e pelo exame de Baropodometria. Por serem termo moldáveis, as palmilhas Posturais se adaptam a qualquer tipo de pé fazendo com que a distribuição de carga seja dividida de forma correta por toda a planta do pé melhorando e normalizando os estímulos do S.N.C (Sistema Nervoso Central) que controlam a dor, equilíbrio e postura.







                 Sem Palmilha         Com Palmilha

INDICAÇÕES PARA USO DE PALMILHA POSTURAL:

       ·         Esporão de calcâneo
·         Fascite plantar
·         Tendinites
·         Metatarsalgias
·         Neuroma de Morton
·         Alterações Posturais: Escoliose, Hipercifose, Hiperlordose
·         Perna mais curta ( Discrepância de membros inferiores)
·         Alterações dos Arcos: Pé  planos (chato) , cavos
·         Calcâneo varo e valgo ( calcanhar desabado)
·         Hálux valgo  (joanete)
·         Dores na coluna vertebral ( lombar, torácica e cervical)
·         Hérnia de Disco
·         Artroses tornozelo, Joelho, quadril
·         Periostite e fraturas de estresse (canelite)
·         Condromalácia patelar
·         Pés Diabéticos
Dr. Luiz Fernando Sola
Podoposturolgia / Posturologia/ Baropodometria /Palmilha Postural
Onde encontrar: Instituto Krion de Reeducação Postural.
Av. Mário Campolim 627 - Bairro Campolim - Sorocaba SP.
Tel. (15) 3212.4700 / 32112393
www.institutokrion.com.br



terça-feira, 12 de julho de 2016

Você sofre de dor no Pé , Joelho, Quadril ou Coluna Vertebral ?

Você sabia que a causa de dor ou desvio postural pode estar relacionada ao seu tipo de Pé ?

Apesar de serem tão pouco lembrados, os pés são os principais órgãos de sustentação e equilíbrio do nosso corpo.
Andar é uma das primeiras capacidades que desenvolvemos. Toda vez que caminhamos transferimos o peso de uma perna para a outra. O impacto que o pé recebe a cada passo, se propaga como uma onda, dissipando-se pela canela, joelho ,  bacia, até chegar à coluna. Podemos  nascer ou adquirir  problemas ou alterações no formato dos pés. Pé cavo, pé chato são alerações que devem ser tratadas desde pequeno porém   ao longo de nossa vida os pés sofrem alterações  também com terrenos irregulares, calçados inadequados, atividade física sem orientação, traumas, fraturas ou cirurgias.
Todas estas alterações podem afetar o seu tipo de pisada. A forma como pisamos e o tipo de pé e postura, pode alterar o modo como recebemos esses choques, e se estiverem mal alinhados podem sobrecarregar nossas articulações, músculos, tendões e a  estrutura óssea,  provocando desvio e dor nos pés, joelho, quadril e coluna vertebral.

 Você que gosta de praticar atividade física, gosta de caminhar,  correr ou trabalha muito tempo de pé e vem sofrendo de esporão, calosidades, fascite plantar, tendinites nos joelhos, bursite do quadril,  hérnia de disco, canelites ou artrose, está na hora de saber a causa do aparecimento destas patologias. Você pode estar sobrecarregando estas estruturas pela maneira errada de pisar ou andar.
Quer saber como prevenir ou  tratar a causa do seu problema ? Quer saber como você anda, pisa, qual o tipo de pé e postura você tem ?  Venha conhecer o Núcleo de Estudo da Postura e Pé do Instituto Krion. Aqui você irá passar por uma análise e estudo da postura através do pé. Utilizamos uma plataforma de análise da sua pisada chamada Baropodometria.. Nela iremos determinar como está seu alinhamento postural através dos pés. Caso haja algum alteração  no pé e pisada encontrada no teste da pisada,  que possa estar alterando seu eixo de gravidade gerando desvio e dor, nós através dos resultados, iremos confeccionar uma palmilha postural personalizada para corrigir ou melhorar o seu alinhamento através dos pés.

A Palmilha Postural é leve, macia e fina. Podem ser esportivas para quem pratica atividade física e para pessoas de idade. Ela irá reprogramar sem sofrimento toda a sua pisada, levando conforto e bem estar ao seus pés.

Dr. Luiz Fernando Sola
Podoposturolgia / Posturologia/ Baropodometria /Palmilha Postural
Onde encontrar: Instituto Krion de Reeducação Postural.
Av. Mário Campolim 627 - Bairro Campolim - Sorocaba SP.
Tel. (15) 3212.4700 / 32112393

www.institutokrion.com.br

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Exame de Baropodometria analisa a influência da má pisada e postura e sua relação com o aparecimento de problemas nos pés, joelhos, quadril e coluna vertebral.

Qual o critério que você tem usado para  tratar ou prevenir problemas nos pés,  joelhos, quadril ou coluna vertebral.
Como está meu alinhamento corporal e postural ? Como eu piso, ando e qual tipo de pé eu tenho ? Qual é o melhor tratamento para os meus desvios e dores ?  Como eu faço para comprar o meu  tênis para uma prática esportiva ou lazer ? É o mais bonito? O mais barato? O mais macio? Estas são perguntas comuns que recebo e as respostas  são dadas após um exame chamado de Baropodometria relata Luiz Fernando Sola, fisioterapeuta responsável pelo Núcleo de Estudo do Pé e Postura do Instituto Krion.


Apesar de serem tão pouco lembrados, os pés são os principais órgãos de sustentação e equilíbrio do nosso corpo relata Luiz Sola. Toda vez que caminhamos transferimos o peso de uma perna para a outra. 
O impacto que o pé recebe a cada passo, se propaga como uma onda, dissipando-se pela canela, joelho ,  bacia, até chegar à coluna. 
Quando os pés apresentam algum tipo de deformidade ou “pisam” sobre o solo de maneira errada, podem causar problemas posturais que afetam as articulações ocasionando desvios e dores das mais variadas intensidades.

Saber o fator principal que causa as dores e desvios é fundamental para o sucesso do tratamento.  Para identificar como está sua pisada existe um equipamento chamado Baropodometria Computadorizada, que mensura e quantifica os picos de maiores pressões que seu pé exerce sobre o solo e,  determina qual é o tipo de pé, pisada e como  está o  seu equilíbrio corporal e postural. Através dela é que podemos identificar porque algumas patologias como Tendinites, fascites plantares, esporão de calcâneo, artroses de tornozelos e joelhos, joanetes, calosidades, bolhas , bursites trocantéricas, fraturas por stress, dores nas costas podem estar relacionadas com a maneira errada de como você pisa e anda e qual tipo de pé você tem . Após identificação se os pés estão alterados,  utilizamos uma metodologia de tratamento utilizando uma Palmilha Postural Personalizada, confeccionada após  o  resultado da Baropodometria que também chamamos de Teste da Pisada. A função principal desta palmilha é distribuir adequadamente as cargas e pressões exercidas nos pés, devolver um maior equilíbrio muscular e uma melhor estabilidade articular em todos os segmentos dos pés joelhos, quadril e coluna. A Palmilha escolhida pode ser POSTURAL (corrigir alterações posturais, estruturais, melhorando dores e disfunções) ou ESPORTIVA (direcionada a atletas, visando maior conforto, redução de lesões e desempenho durante a atividade física). Elas são fabricadas com material termomoldável que molda toda a estrutura do pe. São bem leves e finas, além de serem adaptáveis na maioria dos calçados fechados.

Luiz Fernando Sola

Fisioterapeuta responsável pelo Núcleo de Estudo da Postura e Pé do Instituto Krion.
www.institutokrion.com.br

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Teste de Pisada e Baropodometria, para que serve?

O exame de  BAROPODOMETRIA é conhecido  também como TESTE DE PISADA.
A Baropodometria Computadorizada é um teste que usa alta tecnologia. Uma plataforma que possui  milhares de micro sensores de pressão que avalia a distribuição do peso do seu corpo em cada pé e relata quais são os pontos de maior sobrecarga nas plantas do pés.
Esses dados são passados para o computador que gera uma imagem completa e colorida da sua pisada, o que permite diagnosticar com exatidão se algo está errado com seu tipo de pé, pisada e postura e  se isto é um fator causal para o aparecimento de patologias ortopédicas.
De forma estática e dinâmica este exame permite avaliar o seu tipo de pé e a distribuição de cargas corporais, angulações e rotações de joelhos, quadris  e coluna vertebral.  Muitas patologias como desgastes (artroses) , hérnias de disco, tendinites, fascites, esporão, desvio de coluna (escoliose)  podem ter sua origem no erro de pisada e o mal alinhamento corporal e postural que ela gera. Outra informação valiosa é avaliação do seu equilíbrio corporal chamado de Estabilometria, que permite avaliar o centro de gravidade do corpo durante o teste dinâmico e a sua estabilidade corporal.  A  ESTABILOMETRIA é  uma avaliação objetiva dentro do exame de baropodometria , que permite analisar o  funcionamento do controle postural, diagnosticar instabilidades corporais ou isoladas que geram dor nas articulações pelo gasto excessivo de energia para manter a postura em equilíbrio. Estes achados permitem investigar disfunções, as quais podem gerar dores na coluna vertebral, quadris, joelhos, tornozelos e pés.
A partir destes diagnósticos e informações é possível realizar a montagem de Palmilhas , que podem ser POSTURAL (corrigindo alterações posturais, estruturais, melhorando dores e disfunções) ou ESPORTIVA (direcionada a atletas, visando maior conforto, redução de lesões e desempenho durante a atividade física)

Para que serve a Baropodometria ? Indicações.

•  Identifica alterações na sua maneira de caminhar e correr 
•  Auxilia na  prescrição  correta de exercícios corretivos e preventivos 
•  Diagnostica o seu tipo de pisada e postura  de forma ESTÁTICA e DINÂMICA, direcionando a confecção de uma palmilha postural sob medida.
•   Identifica o calçado correto para o seu tipo de pisada, já que fornece dados totalmente individualizados e extremamente confiáveis, favorecendo um resultado mais positivo e eficaz. 
•   A baropodometria serve para quantificar e avaliar com maior precisão o tipo de pisada e as alterações que as doenças que envolvem os pés causam na marcha do paciente.
•   Tipo de Pisada:  Avaliação da pisada neutra, pisada pronada (pé chato, pé plano) ou pisada supinada (pé cavo, pé alto).
•   Calosidades:  Determina as áreas de maior pressão e correlaciona com possíveis calosidades plantares.
•   Dor plantar:  Avaliação de metatarsalgias (dor na porção plantar e frontal do pé).
•    Áreas de risco (Diabetes):  Ótimo exame para mapear as áreas de maior pressão na planta do pé, prevenindo lesões pela perda da sensibilidade, que coloca em risco o aparecimento de úlceras de pressão e feridas em pacientes diabéticos.
•   Alterações Anatômicas:  Avaliação de traumas, amputações e deformidades congênitas do pé que causam transtornos por alterações do apoio e da marcha..
•  Avaliação de Tratamentos:  Permite comparar o processo evolutivo de um tratamento ortopédico, cirúrgico ou conservador, confrontando o estado inicial (primeiro exame) com um estado atual (último exame).

Dicas:
Cuidado com os exames realizados em lojas de calçados. Procure um profissional habilitado nesta área com devida certificação para realização deste exame.  Ele terá condições para realizar uma avaliação criteriosa de todos os parâmetros citados neste texto.


Luiz Fernando Sola – Fisioterapeuta especialista em Podoposturologia, Posturologia, Baropodometria e Palmilha Postural

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Moderna técnica de avaliação da dor e desvios posturais através da análise dos pés.


O nosso corpo é uma engrenagem perfeita quando, após o nascimento sentamos, engatinhamos e andamos obedecendo a  lei natural dos movimentos, livres, sem interferências externas como andador, doenças genéticas, fraturas, etc.. Sem intercorrências tudo irá funcionar perfeitamente, mas infelizmente o tempo é implacável e as atribulações do dia a dia nos levam a adotar posturas e sobrecarga na nossa estrutura.  Somos obrigados a adotar posições de pé, ou seja, andar faz parte do cotidiano das pessoas.  Nosso pé é o primeiro contato do nosso corpo com o solo: por isso quando sua pisada está errada o corpo fica desequilibrado, gerando alterações posturais não só no pé, quanto no joelho, quadril, coluna vertebral chegando até as alterações na cabeça.
Uma pisada confortável auxilia muito na melhora do desempenho, porém você já deve ter reparado que muitas vezes os calçados começam a desgastar em excesso mais de um lado do que do outro e muitas vezes os desgaste continua. Talvez você não relacione sua pisada errada com uma dor localizada em outro lugar no corpo. Para solucionar estas questões surge na Fisioterapia uma área chamada Podosposturologia, que vem a ser o estudo da postura através dos pés.
Essa é uma técnica que visa realizar uma reprogramação postural muscular através de um estímulo podal por palmilhas posturais; ela busca integrar os conhecimentos entre a posição dos pés e a postura. Essa reprogramação é realizada após realização de exame clínico que consiste em uma avaliação postural, onde se analisa o alinhamento dos pés, joelhos, quadris, coluna vertebral, pescoço e cabeça. Após é realizado um exame chamado Baropodometria, também conhecido como teste da pisada,  nele é avaliado o tipo de pisada que o indivíduo possui, além da verificação da pressão adotada pelos pés no solo; o outro exame é a Estabilometria, também conhecido como Teste do Equilíbrio, onde é avaliada a oscilação estática dos pés em relação ao solo.
Com os dados obtidos nestes exames o fisioterapeuta pode prescrever, caso detecte alguma anormalidade, uma palmilha postural proprioceptiva que irá realizar essa reprogramação postural muscular. Esta palmilha tem como objetivo reduzir o pico de pressão e distribuir a força de reação do solo por toda a região plantar. Por estarem posicionadas,  entre o pé e o calçado, as mesmas aumentam a eficiência do controle postural durante a posição ereta, na caminhada, na corrida ou no trabalho.



sexta-feira, 25 de setembro de 2015

SUA POSTURA A PASSOS LARGOS

Quer saber porquê você tem dor no pé, joelho, quadril ou coluna ?

Andar é uma das primeiras capacidades que desenvolvemos, em geral antes de um ano e meio. Por ser corriqueira, por não requerer propriamente um aprendizado, a atividade muitas vezes não recebe a devida atenção. Porém, passadas mal dadas podem trazer, ao longo do tempo, sérias consequências para a saúde, como dores nos pés, pernas e na coluna. Isso ocorre basicamente porque os pés é que dão o sustento básico ao nosso corpo. Luiz Fernando Sola fisioterapeuta responsável pelo núcleo de Estudo da Postura e Pé do Instituto Krion explica que toda vez que caminhamos transferimos o peso de uma perna para a outra. O impacto que o pé recebe a cada passo se propaga como uma onda, dissipando-se pela canela, pela bacia, até chegar à coluna. "A forma como pisamos e o tipo de pé pode alterar o modo como recebemos esses choques, e se estiverem mal alinhados podem sobrecarregar certas articulações e tendões", afirma Luiz Sola. Quando apresentamos um desequilíbrio neste pé, toda a pisada fica comprometida e surgem uma série de compensações  e desvios ascendentes , que podem gerar  dores, enrijecimentos, contraturas musculares, limitações dos movimentos e o aparecimento de várias patologias no joelho, quadril, coluna vertebral além do próprio pé.
Para se chegar a causa e tratar destes desvios e dores, é necessário realizar um estudo detalhado da sua pisada e postura.

Como identificar seu tipo de pisada e postura ?
Mapear em detalhes como é o seu pé, tipo de pisada e como está o alinhamento corporal do seu corpo. É o que mostra o moderno exame computadorizado chamado Baropodometria. Os dados são captados a partir de uma plataforma onde o paciente faz a caminhada. Sensores registram as diferentes pressões nos pés com o paciente parado ou caminhando. Os dados são enviados para a análise computadorizada que mostram pressões máximas e médias - quanto mais vermelho, maior a força; distribuição de peso entre os pés, estabilidade, equilíbrio e  tipo de pé e postura.

Bastante solicitado para crianças e adolescentes em formação e em adultos e idosos que já tenham queixa de dor, é indicado também de forma preventiva antes de iniciar uma atividade física.
Como é o tratamento.
A partir deste diagnóstico e informação,  é possível realizar a montagem de uma Palmilha Personalizada de acordo com a individualidade de cada pé, que podem ser POSTURAL (corrigindo alterações posturais, estruturais, melhorando dores e disfunções) ou ESPORTIVA (direcionada a atletas, visando maior conforto, redução de lesões e desempenho durante a atividade física).


Elas são fabricadas com material termomoldável que molda toda a estrutura do pe. São bem leves e finas, além de serem adaptáveis na maioria dos calçados fechados.
Com tanta tecnologia podemos assim intervir precocemente tratando a causa ou prevenindo estes problemas que podem ser uma simples bolha, unha encravada, atés os desgastes nas articulações e inflamações na planta dos pés. Sola explica que este exame é realizado de preferência junto com uma avaliação postural para determinar qual  atuação preventiva e terapêutica que deverá ser indicada.
Algumas indicações: 
Alterações Posturais: Escoliose, Hipercifose, Hiperlordose
Perna mais curta ( Discrepância de membros inferiores)
Alterações dos Arcos: Pé  planos (chato) , cavos
Calcâneo varo e valgo ( calcanhar desabado)
Esporão de calcâneo
Fascite plantar
Tendinites
Metatarsalgias
Neuroma de Morton
Hálux valgo  (joanete)
Dores na coluna vertebral ( lombar, torácica e cervical)
Hérnia de Disco
Artroses tornozelo, Joelho, quadril
Periostite e fraturas de estresse (canelite)
Condromalácia patelar

Luiz Fernando Sola – Fisioterapeuta especialista em Baropodometria, Podoposturologia e Posturologia

Telefone para agendamento - (15) 3212.4700 / 3211.2393
www.institutokrion.com.br

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Diga-me como andas e te direi porque sofres de dores nas costas, nos pés, joelhos e quadris.

É o que determina este moderno exame computadorizado chamado Baropodometria, que mapeia em detalhes a forma de caminhar, algo muito particular de cada indivíduo. Dependendo do tipo de marcha, com a pisada para fora, para dentro ou neutra, as conseqüências aparecem na coluna vertebral. Antes usado apenas em centros de pesquisa de biomecânica e indústrias de calçados, o teste de baropodometria chegou às clínicas de posturas e está ajudando a detectar problemas nos pés e posturais, que se refletem em dores no corpo.O equipamento tem uma plataforma onde você caminha sobre ela. Em sua superfície, sensores registram as diferentes pressões exercidas nos pés com a pessoa parada ou caminhando. Então, os dados coletados são enviados para a análise computadorizada, e mostram, por exemplo, pressões máximas - quanto mais vermelho, maior a força naquela região - e médias; distribuição de peso entre os pés e estabilidade, entre outros exames.
A análise é tão precisa que informa se o indivíduo está adernando, em milímetros. Parece um detalhe sem importância, mas pequenas diferenças ou desequilíbrio na pisada são responsáveis por aquela incômoda dorzinha crônica no pé, joelho, quadril ou coluna, diz o fisioterapeuta Luiz Fernando Sola especialista em Podoposturologia e Posturolgia, que é o estudo dos pés em relação a postura. Na sua opinião, a baropodometria deve ser solicitada para avaliar, por exemplo, o pé plano (não há curvatura, a parte interna do meio do pé faz contato direto com o solo) ou cavo (a curvatura aumentada), diferenças e esporão no calcâneo, inflamação na planta do pé e na canela, tendinites; se uma perna é mais curta do que a outra, artroses e até fraturas por estresse, situação comum em praticantes de atividades física. Principalmente solicitada para crianças e adolescentes que estão em formação e em adultos e idosos  que já apresentam alguma queixa ou não. É indicada antes de iniciar uma atividade física como forma preventiva e  também como importante papel no direcionamento  no ato de confeccionar uma  palmilha postural, que são feitas de acordo com sua real pisada e tipo de pé. Durante a caminhada em percursos com desníveis (subidas ou descidas), o pé deve estar totalmente apoiado no chão, para que se tenha total equilíbrio e sustentação do corpo. Na baropodometria o fisioterapeutas conseguem avaliar as alterações posturais que interferem na mecânica da caminhada e corrida, um esporte que virou febre nas ruas do Brasil .
Para os corredores amadores e profissionais, a baropodometria ajuda muito a melhorar o rendimento. Tem muita gente correndo e se queixando de dores nas costas, nas pernas, no quadril, e acha que a culpa é do tênis, do terreno. Pode até ser, mas, às vezes, o motivo é a forma de pisar; alguma deformidade nos pés, difícil de perceber ao olho nu - comenta Luiz Sola  - Dependendo do caso são realizadas orientações e até mesmo  correções com o uso de palmilhas posturais ou uso de técnicas de manipulações e mobilizações nas áreas que apresentam alguma disfunção.


Dependendo do formato dos pés, aparecem dores, calosidades, joanetes, encurtamento de tendões, por exemplo. Ele lembra ainda que o exame é útil em casos de indivíduos que já sofreram de lesões leves e graves. Estas pessoas com históricos de cirurgias ou traumas, lesões neurológicas, fraturas entre outras  podem sofrer pequenas alterações e adaptações erradas na postura e na maneira de andar, levando num futuro a um desequilíbrio e o aparecimento de deformidades e dores.


Dr. Luiz Fernando Sola
Podoposturologia / Posturologia / Baropodometria
Tel.  (15) 3212.4700 / 3211.2393

quinta-feira, 5 de março de 2015

A Tecnologia aos seus Pés - Programa de computador analisa dores de origem podal

Programa de computador analisa a influência da má pisada  e sua relação com o aparecimento de patologias nos pés, joelhos,  quadril e coluna vertebral.

Você tem uma dor crônica e não sabe a causa ?  Tendinites, fascites plantares, esporão de calcâneo, artroses de tornozelos e joelhos, joanetes,  bursite trocantéricas, fraturas por stress, dores nas costas podem estar relacionada ao seu tipo de pisada.
Então qual o critério que você usa para se prevenir ou tratar de um problema de coluna, joelho, quadril e pé. 

Como saber qual a melhor conduta para curar uma dor crônica ? Como você faz para comprar o seu tênis para uma prática esportiva ou lazer ? É o mais bonito? O mais barato? O mais macio? Você já ouviu falar em Palmilhas Posturais ?
Independente de qual critério anteriormente descrito está na hora de saber qual o seu tipo de pé, pisada e postura. Apesar de serem tão pouco lembrados, os pés são os principais órgãos de sustentação e equilíbrio do nosso corpo. Quando apresentam algum tipo de deformidade ou “pisam” sobre o solo de maneira errada, podem causar problemas posturais que afetam as articulações ocasionando desvios e dores das mais variadas intensidades. Para você identificar como está sua pisada existe um aparelho chamado Baropodometria Computadorizada, que mensura e quantifica os picos de maiores pressões que seu pé exerce sobre o solo e,  determina qual é o tipo de pé, pisada e como  está o  seu equilíbrio corporal e postural.
De acordo com o fisioterapeuta Luiz Fernando Sola especialista em Posturologia e Podoposturologia, especialidade que estuda as alterações dos pés e suas repercussões   sobre o nosso corpo, este exame dá suporte para solucionar vários causas de diversas patologias que ocorrem em nosso corpo por um desequilíbrio podal. Através desta análise que é realizado parado e andando sobre uma plataforma com vários sensores, conseguimos determinar com grande precisão o que acontece quando você pisa errado e o que isto gera de pressão nas estruturas dos pés em relação ao joelho, quadril e coluna, determinando assim qual a região do seu corpo que está sofrendo uma sobrecarga e gerando dor e desvios posturais. Com os resultados obtidos,  sabemos porque determinadas patologias aparecem. Podemos assim intervir precocemente tratando a causa ou prevenindo estes problemas que aparecem desde uma simples bolha até unhas encravadas, ates os desgastes nas articulações e inflamações na planta dos pés. Sola explica que este exame é realizado de preferência junto com uma avaliação postural para determinar qual  atuação preventiva e terapêutica que deverá ser indicada. Quando alterações são identificadas nestes exames,  utilizamos um método de tratamento chamado de  Podoposturologia,  que realiza uma reeducação postural global através do uso de Plamilhas Posturais. 

Estas palmilhas não são as ortopédicas e sim posturais porquê são confeccionadas por fisioterapeutas através do resultado do exame da Baropodometria. Elas são personalizadas e feitas de acordo com o seu tipo de pé, pisada e postura. Sua funções são  distribuir  adequadamente as cargas e pressões exercidas nos pés, devolver um maior equilíbrio muscular e uma melhor estabilidade articular em todos os segmentos do pé joelho, quadril e coluna. Buscando através das Palmilhas Posturais uma melhor performance em atividade físicas, caminhada e corrida.

Luiz Fernando Sola - Fisioterapeuta
 Especialista em Podoposturologia, Posturologia, Palmilhas Posturais e Bariopodometria

                                   www.institutokrion.com.br/palmilhas/baropodometria.html



Onde encontrar: Instituto Krion Unidade  -  Rua Mário Campolim 627 – Bairro Campolim Tel. (15 ) 3212.4700 ou (15) 3211.2393

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Podoposturologia - Palmilhas Posturais. O que é ?

A podoposturologia teve origem na França e é um método de correção de desequilíbrios corporais relacionados com a postura e com disfunções ortopédicas que tenham origem nos pés. Este método de tratamento não invasivo é feito com técnicas manuais e correção com órteses plantares com estímulos mecânicos e proprioceptivos que são relacionados ao sistema nervoso. A técnica trazida para o Brasil em 1997 pelo Dr Afonso Salgado tem sua utilização hoje fundamentada com pesquisas feitas tanto no Brasil como no exterior, mostrando que assim como qualquer técnica se bem indicada trará ótimos resultados.  O funcionamento da técnica se baseia no princípio da correção da origem dos desequilíbrios encontrados no corpo. Será avaliado as entradas sensório motoras que podem perturbam a POSTURA ( Oclusão dentária, Vestíbulo Coclear – labirintos , Óculo- motor e Podal ).
Um dos freqüentes locais de origem são os pés, onde, como um exemplo, quando temos uma alteração no tipo de pisada, isso resultará em uma alteração do funcionamento do tornozelo, como adaptação os joelhos irão se sobrecarregar para compensar a alteração de tornozelo, o quadril e a pelve por sua vez irão se sobrecarregar pela alteração existente no joelho, e assim sucessivamente, até que uma estrutura ou articulação no corpo não conseguirá se adaptar ao estimulo e irá provocar sintomas. Se uma avaliação superficial for realizada iremos verificar somente o local que provoca os sintomas, porém a causa de toda a disfunção está nos pés. Com a podoposturologia a correção será feita desde o inicio das alterações para que as compensações que o organismo realizou se normalizem sozinhas, assim como iniciaram. Essas alterações do funcionamento normal do organismo com conseqüentes adaptações à distancia, são mais comuns do que imaginamos, onde sempre uma avaliação completa deverá ser executada. 
Para auxilio na avaliação podoposturológica temos a baropodometria computadorizada, um equipamento que possui uma plataforma de pressão que através de sensores capta as pressões plantares e também os deslocamentos do corpo no espaço. Esta plataforma nos auxiliará tanto na avaliação para o diagnóstico das alterações plantares, como também nos guiará em relação ao tratamento. A avaliação será feita sempre direcionada aos desequilíbrios do paciente sendo eles estáticos, dinâmicos ou da postura. O equilíbrio, essencial no controle postural, também é avaliado com a plataforma. As correções dos desequilíbrios são feitas através de técnicas manuais e exercícios, e quando necessário, a palmilha com os estímulos podais é indicada. Estes estímulos são feitos com elementos confeccionados em EVA e espuma com densidades e espessuras diferentes, que dependendo de cada caso serão inseridos na palmilha. Esta palmilha então é adaptada ao pé do paciente através do processo de termomoldagem, que favorece o maior contato da palmilha com os pés e facilita assim a captação dos estímulos pelo sistema nervoso. 
A indicação das palmilhas é feita com base nos resultados da avaliação, sendo que cada paciente somente receberá os estímulos para as alterações encontradas, não existindo nenhum protocolo de colocação dos elementos, ou seja, a individualidade do individuo é preservada.

Dr. Luiz Fernando Sola
Podoposturologia / Posturologia / Baropodometria
Tel.  (15) 3212.4700 / 3211.2393

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Qual a importância de ser ter uma boa pisada

A postura correta começa pelos pés.
Todo ser humano tem um centro gravitacional de equilíbrio e estabilidade, sendo os pés a base de toda sustentação e alinhamento. Desde que começamos a andar, nossos pés sofrem alterações, visando o melhor equilíbrio, regulando e coordenando a postura estática e dinâmica e alinhando nossa estrutura esquelética por meio de tendões, articulações e músculos, que passam pelo tornozelo, joelhos, quadris e coluna vertebral.
Quando apresentamos um desequilíbrio neste pé toda a  pisada fica comprometida e surgem uma série de compensações e desvios, que podem gerar  dores, enrijecimentos, contraturas musculares, limitações dos movimentos e o aparecimento de várias patologias.
Como sabemos se estamos pisando errado?
Hoje existe um exame chamado de Baropodometria ou “Teste da Pisada” que analisa como  você anda, qual o tipo de pé e pisada você tem e como está sua postura em relação  aos seus pés. Este exame é indicado na fase adulta ou  partir dos 5 anos de idade. Nesta fase temos que estar atento a pisada dos nossos filhos.
Outras dicas são:
Quedas frequentes, pezinho chatos ou totalmente planos “sem a curva dos pés”, joelhos em X ou valgo “joelhos voltados para dentro”.  Dificuldade de arrumar e se adaptar a calçados, entorses frequentes do tornozelo, inflamação e dores frequentes, bolhas, calosidades, rachaduras, unha encravada, joanete, deformações nos pés  e joelhos devem ser considerados como marcas de expressão e isto quer dizer que algo está errado com seu pé e pisada.
O que causa essa pisada errada?
Existem vários fatores que podem afetar a pisada errada. Idade, fatores genéticos e hereditários como frouxidão ligamentar “pezinho mole” ou pé rígido “pé cavo”.
Luxação ou subluxação no quadril sofrida durante o parto pode comprometer todo o desenvolvimento da pisada se não for acompanhadas e corrigidas. Perna curta,  doenças neurológicas, diabéticas , vasculares, reumatologias e degenerativas como artrose,  afetam e deformam as estruturas ligamentares, musculares e óssea dos pés alterando a pisada. Uso de calçados inadequados.
Dor é um sintoma que algo está errado com seu pé.  Fatores externos como fratura, cirurgias, obesidade, uso de andador pela criança e  forçar a criança a andar precocemente são prejudiciais e causam alteração na pisada.
Como melhorar essa pisada ?
A melhor pisada é quando apresentamos um equilíbrio postural global, quer dizer uma harmonia entre o pé, joelho, quadril e coluna vertebral. Hoje temos técnicas e métodos posturais para corrigir, prevenir e equilibrar estas alterações que possam aparecer. Hoje existe cirurgias para correção caso haja alguma alteração importante na pisada. Uma Avaliação Médica para determinar se há uma patologia comprometendo seu pé e uma Avalição Postural são de grande importância. Métodos como RPG, Pilates, Palmilhas Posturais, Órteses, Osteopatia, Musculação, alongamentos, exercícios de reabilitação, fortalecimento e propriocepção  são de grande valia.
Quais os cuidados para o dia a dia ?
Primeiro, qualquer aparição nestes sinais e sintomas citados acima você deve  procurar um especialista para identificar a causa. Se o pé for o causador principal,  devemos tratar o pé,  sua pisada e consequências. Quanto mais precoce você descobrir melhor. Escolher o calçado ideal de acordo com sua idade,  profissão e atividade física são importantíssimos e isto pode ser conseguido realizando o teste da pisada chamado de  Baropodometria. Procure e opte pelo sapato mais flexível. Ficar atento a calos, bolhas e manchas avermelhadas pode ajudar você a entender se está usando um sapato adequado ou não. Se perceber que o sapato está deixando o pé marcado, pode ser um sinal de que precisa mudar de calçado. Às vezes, aumentar ou melhorar a amarração já pode ser suficiente. Na hora de escolher um sapato para caminhar ou correr, é fundamental perceber se ele tem amortecedor. Andar descalço é bom porque preserva a saúde dos pés e mantém os músculos ativos, as articulações móveis e as juntas saudáveis.

Dr. Luiz Fernando Sola
Fisioterapeuta Especialista em Podoposturologia, Posturologia, Palmilhas Posturais, Baropodometria.

www.institutokrion.com.br